Comprar o imóvel na planta ou usado?

 

O que é melhor, comprar um imóvel na planta ou usado? Está é uma dúvida bem comum na cabeça do comprador de imóveis. Bem, a resposta desta pergunta se dá com base nas expectativas e prioridades de cada indivíduo.

O indivíduo que pretende comprar na planta encontra inúmeras facilidades de pagamento, como por exemplo, prazos bem mais longos (até 300 meses), prestações mais baixas e subsídios garantidos pelo programa de financiamento ”Minha Casa Minha Vida”. Para quem não possui uma boa reserva de dinheiro em caixa e quem não tem tanta pressa para morar, o imóvel na planta tende a ser o caminho mais indicado. Há também de se ressaltar, quem compra um imóvel na planta, está recebendo um imóvel ”novinho em folha”. Esta sensação de estar comprando algo novo é muito privilegiada pela população. A infraestrutura oferecida pelas novas construções, geralmente, é mais moderna, bem como, a parte interna do imóvel apresenta as ”últimas tendências” por parte dos arquitetos em tentar tirar o máximo proveito da iluminação e espaço, além das áreas de lazer mais completas, com parques, quadras de esporte, piscinas, etc. Outro fator que atrai as pessoas para esses tipos de negociações é a rápida valorização, desde que o indivíduo compre na fase de ”pré-lançamento”, tendo em vista que o valor do imóvel aumenta consideravelmente entre o lançamento e a entrega.

Por outro lado, quem adquire um imóvel na planta, sabe que comprando um ”sonho”, ou seja, um imóvel que a construtora está prometendo entregar do jeito que o comprador espera e em determinado período. Não há a certeza que o indivíduo irá receber o imóvel com todos os detalhes prometidos, além da data que foi acertada para entrega das chaves. Deste modo, comprar na planta requer confiança do comprador na construtora. É essencial que o indivíduo antes da compra, se informe acerca da reputação, credibilidade e histórico da construtora, no que diz respeito à qualidade e cumprimento de prazos. É recomendado também que o comprador exija toda a documentação sobre o empreendimento: memorial descritivo do empreendimento, registro da incorporação, etc.

Quem está comprando um imóvel usado, não encontra tantas facilidades de pagamento, mas geralmente encontra um desconto bem mais significativo (em torno de 30%) e um maior poder de barganha na negociação com o proprietário, porém é necessário o comprador possuir uma boa quantia de recursos financeiros já em caixa. Para quem tem pressa e não pode esperar alguns anos para poder morar no imóvel, este é o caminho mais indicado, pois o imóvel já se encontra pronto para morar e do jeito que o mesmo está vendo em loco.

Cabe o indivíduo que está interessado na compra, definir suas prioridades e capacidade de pagamento, para poder avaliar a forma que mais se adeque a suas necessidades.

Autor: Rodrigo Vila Melo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s